5 Dicas Para Melhorar A Concentração E Ler Melhor Hoje Mesmo

É justo compartilhar...Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterPin on PinterestShare on LinkedInEmail this to someoneShare on TumblrPrint this page

Primeira regra para melhorar a concentração: prestar atenção.

Sem concentração não tem memória. Concentração não vem facilmente por duas razões:

  • Nós podemos ser facilmente distraídos.
  • Tem muita coisa que pode nos distrair.

Algumas propriedades da atenção:

  • É dinâmica. Tente focar em uma coisa de cada vez e veja quanto tempo demora para sua mente começar a desfocar.
  • É indivisível. Se você escutar mais do que uma conversa por vez ou ler um livro e dirigir um caro ao mesmo tempo, você vai achar bem desafiador.
  • Atenção segue o interesse. Tédio vai extinguir a atenção em algum momento.
  • A atenção é mantida por uma série de descobertas. Esteja ciente sobre o que é novo no que você está aprendendo. Como que frequência você tem o momento “aha”?

Algumas vezes você tem que  forçar a prestar atenção. Isso pode ser desagradável e não é efetivo, já que a atenção se mantem por apenas alguns segundos nessas circunstâncias e tem que ser constantemente reforçada.

Atenção dividida – quando funciona e quando não funciona

A atenção não é uma atividade linear. Se você está fazendo alguma coisa que requer alto nível de concentração, você será capaz de fazer apenas uma coisa por vez.

Por exemplo, se você estiver dirigindo em condições perigosas, você notará que sua atenção será total. Se o rádio estivesse ligado você provavelmente não o escutaria. Por outro lado, se a pista for boa e as condições são favoráveis, você poderá ser capaz de dirigir conversando com uma pessoa e ouvindo o rádio ao mesmo tempo.

A atenção dividida não funciona com a leitura. A atividade de ler usa o visual, e para muitas pessoas, a audição também.  Limita a conversação, e inibe a atividade auditiva como ouvir o rádio e impede fazer atividades visuais, pois os olhos estão focados na página.

Ler e fazer outra atividade ao mesmo tempo é praticamente impossível.

Interesse e motivação

Você se lembra da ultima vez que você estava tão envolvido fazendo uma coisa que você perdeu a noção do tempo? Nada distraia sua atenção. Você estava totalmente interessado e motivado em atingir seu objetivo.

Quando você sabe o que está procurando (objetivo) o porquê você está fazendo (motivação), então o desejo (interesse) de completar a tarefa resulta em concentração total.

Se, entretanto, a tarefa for chata e é difícil encontrar ou motivação ou interesse, então o processo é desafiador.

Você precisará tomar a decisão, por exemplo, que:

Estresse e memória

Um dos grandes destruidores de memória é o estresse. Quando você está estressado você libera altos níveis de cortisol na sua corrente sanguínea. Cortisol é um hormônio que afeta você de inúmeras formas, dependendo da quantidade que é lançada no seu corpo de uma vez. Cortisol destrói a glicose, a forte de alimento para o seu cérebro.

Se você já esteve em um acidente ou testemunhou alguma coisa traumática você pode ter passado pele experiência, total ou parcialmente consciente dela, mas ser incapaz de lembrar nada após o acidente.

Biologicamente falando, você experimentou um grande estresse e seu corpo liberou grandes quantidades de cortisol que foi diretamente para seu hipocampo e destruiu a glicose. Com o alimento reduzido, o cérebro não tem energia suficiente para sedimentar as memórias corretamente, mesmo que você tenha visto tudo e falado com as pessoas.

Três estressantes podem afetar sua concentração:

Ambiente: barulho, caos e poluição.

Social: pessoas, prazos e problemas financeiros.

Psicológico-sofrimento, dores, falta de exercício.

De longe, o mais dominante e potencialmente prejudicial estressante são seus pensamentos. A interpretação que colocamos em uma situação aumenta o stress. Com Shakespeare escreveu:Não há nada bom ou nada mau, mas o pensamento o faz assim.”.

5 Dicas para melhorar sua concentração.

 A seguir estão diferentes formas de lidar com a concentração completamente e efetivamente.

Parar o que você está fazendo – tirar a uma pausa

Se você tivesse que fazer apenas uma coisa para  melhorar a sua concentração, então tirar uma pausa da rotina deveria ser sua escolha.  Tirar uma pausa vai melhorar sua memória, concentração, humor e destreza e permite que seja capaz de continuar por muito mais do que você poderia sem uma pausa.

Uma pausa do que você está fazendo vai te dar a oportunidade de reavaliar sua tarefa, pensar sobre novas ideias e abordagens e vão ajudar você ser mais produtivo e reduzir níveis de estresse.

Quando você sentir que você precisa de um café, começa a bocejar ou começa a cometer erros, seu corpo está dizendo para simplesmente parar e descansar.

Escute seu corpo.

Quanto maior for a sua pausa, maior é a dificuldade de voltar e terminar o seu trabalho. Se você tiver muita coisa para fazer é melhor tirar muitas pausas e pequenos descansos do que trabalhar por muitas horas seguidas.

Ganhar um prêmio

Uma forma de se encorajar para aumentar sua concentração é ter certeza que você vai se premiar muito bem. Ao invés de esperar seu prêmio vir de outro lugar , assuma a responsabilidade de se dar um presente.

No início do dia determine quais suas metas e o que você vai ganhar se cumpri-las.

Varie suas recompensas. Faça-as serem coisas boas para você e coisas que você realmente gosta. Você vai se sentir mais feliz, sua motivação vai aumentar e o seu nível de stress vai diminuir.

Livre-se da desordem

Se tiver um ambiente que você consegue controlar é sua mesa. Um simples pedaço de papel na sua mesa pode atrair sua atenção muitas vezes no dia.

Se cada papel na sua mesa tiver um lembrete de prazo a ser cumprido, você vai ter uma mesa cheia de alarmes alertando você da pressão que você está, induzindo estresse e causando um dano a sua capacidade de concentração.

Se você tiver uma mesa limpa, seu ambiente vai parecer estar sobre controle. Você pode ter um grande trabalho para fazer, mas você vai ser capaz de completar as tarefas uma por uma com a mente limpa.

Música para auxiliar na concentração

 Os sons que nos cercam podem ou melhorar ou destruir nosso ambiente de trabalho.

Você já esteve em uma sala e achou que o silêncio era tão desconfortável que você queria falar , mas achou que não deveria? Por outro lado. Você já entrou em uma sala cheia de música e barulho que você sentiu que deveria sair daquele lugar? Esses são extremos. Existe uma grande variação entre eles. Temos que achar um meio termo.

O importante da música é gostar e apreciar o que está sendo tocado. Se você colocar uma música que você não gosta enquanto tenta se concentrar, tudo que você vai atingir vai ser agitação e aumento de estresse.

A música selecionada deve ter certas propriedades:

  • A música deve ser relativamente suave, mas não tão suave que coloque você para dormir.
  • A música não deve ter palavras.
  • O volume deve muito baixo e discreto.
  • Deve ser variado.

Comendo para máxima concentração

Cada molécula no seu corpo muda e se desenvolve de acordo com o que nós colocamos para dentro. Isso inclui o ar que você respira o líquido que você bebe e especialmente a comida que você come.

Se você tem que sem concentrar por um longo período de tempo, o padrão de alimentação é comer pouco, mas regularmente, da comida certa. Na sociedade fast-food  você tende a comer qualquer comida.  Lanches que incluem alto teor de açúcar que reduzem nosso nível de energia.

 

Essas foram as dicas para você melhorar sua concentração. Veja aqui os exercícios que você pode fazer para aumentar sua concentração.

 

É justo compartilhar...Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterPin on PinterestShare on LinkedInEmail this to someoneShare on TumblrPrint this page